Início > Artigos > Tratamento de abortamento prematuro não afeta fertilidade futura

Tratamento de abortamento prematuro não afeta fertilidade futura


O tradicional tratamento para abortamento prematuro de gravidez, a cirurgia de  remoção do tecido remanescente no útero, tem sido substituída por acompanhamento médico e tratamento medicamentoso não invasivo.

Um novo estudo britânico, publicado em 9 de outubro no BMJ, incluiu 762 mulheres que receberam tratamento cirúrgico ou clínico após ocorrência de abortamento prematuro. 83,6 por cento delas relataram uma gravidez subseqüente e 82 por cento tinham tido um nascimento vivo.

Fonte: BMJ – British Medical Journal , news release, Oct. 8, 2009

Categorias:Artigos
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: